Qual criar: portfolio impresso ou online?

Saiba quais são as diferenças e as vantagens de cada um e decida qual é o melhor para você e seu negócio: portfolio impresso ou online!

letreiro com o texto "portfolio"

Designers, fotógrafos, arquitetos e decoradores precisam ter amostras do próprio trabalho. É assim que esses profissionais comprovam suas habilidades e conquistam novos clientes. Porém, sempre bate a dúvida entre criar portfolio impresso ou online.

A resposta para esse dilema é: depende da situação. Continue a leitura e veja quando recorrer a cada alternativa.

Por que criar portfólio impresso

A maior vantagem do material impresso é dar destaque às cores e às texturas de cada trabalho. Isso pode ser relevante para um designer de estampas, ou para outro representante da indústria da moda, por exemplo.

Essa também é uma opção mais prática para apresentações presenciais. Se a reunião com o cliente acontecer na sede da empresa, pode não haver conexão estável ou meios de acessar um portfólio online.

Contar com um tablet ou um smartphone até costuma ser uma solução, mas a bateria do aparelho pode acabar. Além disso, exibir imagens numa tela não gera o mesmo impacto que utilizar um papel especial para fotografias.

Ou seja, criar portfólio impresso permite mobilidade e causa uma boa impressão para arquitetos, fotógrafos e ilustradores. A dica é montar uma pasta ou fichário com páginas removíveis, para facilitar o manuseio. Dê preferência ao modo paisagem e restrinja as dimensões do documento a um tamanho pouco maior que o de uma folha A4.

Por que criar portfólio online

Mesmo quem tenha amostras físicas de projetos anteriores deve considerar um portfólio digital. Criar um site ou uma página numa rede como Behance, Pinterest e Instagram possibilita compartilhar o conteúdo muito mais facilmente. Basta enviar o link por e-mail.

A sugestão é organizar álbuns e galerias de fotos conforme a categoria de cada serviço realizado. Junto às imagens, é possível acrescentar legendas com informações sobre o briefing e os resultados obtidos.

Outro ponto forte da internet é o conteúdo multimídia. Um portfólio online não precisa ficar restrito a screenshots e ilustrações estáticas. Dá para adicionar vídeos, animações, gifs e músicas. Essa é a solução perfeita para web designers, locutores, mestres de cerimônias, videomakers e outros profissionais da área criativa.

Por fim, há a vantagem financeira. Não é necessário arcar com custos de impressão e encadernação. Sem contar que atualizar o material é um processo mais dinâmico, que não exige todo um retrabalho de organização das pastas.

3 dicas para criar portfolio impresso ou online

  1. Selecione seus melhores projetos. Enfatize a versatilidade de temáticas, a minúcia do traço ou a eficiência no uso de materiais baratos. Em resumo, conheça suas habilidades mais marcantes e explore-as no portfólio.
  2. Conte uma história. Organize os trabalhos numa ordem lógica – linha do tempo, temas relacionados ou qualquer formato que seja interessante.
  3. Mostre relevância. Seu estilo deve se adequar aos objetivos do cliente. Tente encontrar os exemplos mais próximos ao nicho de atuação do contratante. Se necessário, monte portfólios diferentes, com amostras de outras atividades que você exerça.

E então: já decidiu entre criar portfolio impresso ou online? As informações deste post foram úteis para você? Deixe um comentário com elogios, críticas ou sugestões! Com a sua contribuição, conseguimos oferecer um conteúdo ainda melhor.

Receba posts por e-mail!

Digite seu endereço de e-mail para receber notificações de novas publicações por e-mail.

Comentários

  • estou finalizando curso de arquitetura e urbanismo e quero fazer um portifolio impresso. Você faz? Se sim, enviarei maiores detalhes para fazer o orçamento.

    Responder
    • Olá, Reginalva!

      Não fazemos a criação de portfolio impresso e também não temos quem indicar no momento ;\

      Responder

Deixe seu comentário